Vamos tornar-nos mais civilizados?

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Thanks God it's Friday!

O problema é que eles não se calam, nem aos fins-de-semana!
Hoje já levei vinte minutos com o Pacheco Pereira, mais quinze minutos com o António Costa e meia hora com o Lopo Xavier, o que em tempo psicológico constitui uma eternidade. Os aparentes diálogos, revelaram-se, como sempre, mais aporéticos que os diálogos aporéticos de Platão, restando-me a esperança de um dia criarem uma espécie de Prémio Nobel para a paciência, e eu me tornar logo forte candidato a umas centenas de milhar de euros mas, sobretudo, ganhar muito prestígio. Aguentar aquele trio é obra de santo! Já me vejo ao lado da Madre Teresa de Calcutá e do Deus católico.
Entretanto, vou ali ao escritório verificar se na Bíblia  o "Livro de Job" já terá sido alterado para "Livro de Fernando Seabra".
Bom fim-de-semana a todos! 

2 comentários:

Pedro disse...

Bom, mas para ser totalmente honesto, teria de dizer que o Pacheco Pereira talvez, talvez!, leve demasiado à letra o dito de Job: antes um aborto! Talvez.

Rebel disse...

Começo a ficar tão saturado que me sinto assim como numa espécie de sincretismo inicial que já não distingo os "artistas". São todos comensais de uma mesma gamela chamada Orçamento Geral de Estado!